A História em video

Loading...

terça-feira, 7 de março de 2017

Mulher!

   
Dizem que a mulher é o sexo frágil! Será? Se considerarmos sua fragilidade como sinônimo de sensibilidade, doação, vida, tem-se que a fragilidade denota a viabilização e oportunidade para a promoção do ser, qual seja, gerar, resguardar e trazer a luz do mundo o seu bem maior: A vida!
 
Na trajetória história da mulher, grande tem sido a sua evolução.  Se compará-la com a mulher da teoria criacionista aos dias atuais certamente do advento ocorrido com a supressão do sutiã, tem-se muito a discutir e, comemorar.
   
Diferentemente do seu oposto, a mulher ao longo da vida foi condicionada a brincar com bonecas até mesmo para aprender a lidar com os seus filhos n o futuro. E, culturalmente, a sociedade por muito tempo só vislumbrava o papel da mulher como "cuidadora do lar", logo, aquela que só administraria as divisões do lar.
   
Com o advento da Revolução Industrial, XVIII, as populações do campo migraram para as cidades ena busca por melhores condições de vida, não se poupou ou separou os indivíduos pelos gêneros ou especificidades. para o labor mulher foi aproveitada inclusive como mão de obra mais barata e divisão semelhante nas fábricas, sobretudo em condições insalubres e sem nenhuma preocupação em sua condição de ser frágil ou fragilizado.
 
Desta forma, comum a trajetória de exploração da mão de obra feminina, sem qualquer preocupação se apresentavam boas condições de trabalho e o comum era instalações pouco recomendáveis e mesmo insalubres ao desenvolvimento laboral. Provavelmente, a partir de então, se tenha conhecimento das primeiras associações de trabalhadoras, culminando nas primeiras manifestações a procura de melhores condições de trabalho e de salário.
   
Nesta expectativa, instituiu-se o dia 8 de março como o Dia Internacional da Mulher para se comemorar a trajetória de luta deste ser que ao longo do processo dialético tem demonstrado que sua fragilidade é tão somente em razão da compleição física e/ou força física. O que não a colocar em condição de inferioridade, mas de diferenciação em relação ao homem

Saber mais:

                                                                 Rachacuca da Mulher
                                                                   Música da semana
                     Não avance para o próximo "capítulo" de sua vida antes de terminar o anterior

Nenhum comentário:

Postar um comentário