A História em video

Loading...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Trabalhos acadêmicos: Difícil!?

Leitura, intelecção e escrita

Aparentemente difícil, mas prazeirosa, arte da criação iniciada com planejamento, elaboração estrutural. desenvolvimento das ideias, e, por óbvio, conclusão da pesquisa objetivada. Cognição intelectual e/ou gradação seletiva do conhecimento elaborado.


Teste: Você sabe orientar seu filho 
a tirar proveito da internet na hora de estudar?

Ler e escrever!

O ato de ler - e de escrever - talvez tenha sido um dos maiores desafios para o indivíduo. Desde os primeiros anos da escola, identificando o alfabeto, sílabas, frases, sintaxe, morfologicamente lógicas, contextualizadas ao desenvolvimento intelectual e/ou de raciocínio, fazendo do hábito diário uma prática exigida para toda vida.

Grande tem sido as dificuldades com recorrentes frustrações de alguns estudantes, e seus diferentes níveis de instrução e/ou graduação ao realizarem pesquisas e consequentes trabalhos acadêmicos, sem a inevitável interferência, influência e/ou mesmo identificação com as dos autores e fontes por ocasião de uma pesquisa científica.

E, então, as ideias parecem não fluir, contextualizar, locupletar - e não raro, o desespero à necessária elaboração, e própria autoria. O desejo recorrente de copiar algum trecho, ideia, descrição, ponto de vista, já elaborado por outrem, porém, apresentadas como de imediata solução, faz-nos esquecer do próprio potencial de intelecção e de trabalho acerca de determinado tema. Neste momento, o hábito da leitura faz a grande diferença entre o saber e o fazer.

Neste diapasão, insta ressaltar que plágio, cópia de texto original, - total ou parcialmente, é proibido, inclusive passível da responsabilização civil e criminal. Neste sentido, ao fazer qualquer referência intelectual deve-se mencionar os créditos a fonte e/ou autor. Mister, então, observar as previsões legais estampadas pela ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. 

O importante é saber extrair o próprio entendimento sobre o que se deseja discorrer, discutir, analisar probabilidades e execuções, segundo o planejado, elaborado, pesquisado. Conquanto pareça dificil; não é, suficientemente, impossível.

Assim, siga os passos abaixo, realize sua pesquisa, e, consequentemente, elabore o texto de acordo com sua interpretação, vocabulário, conhecimento acerca do assunto ou tema, realizando assim um excelente trabalho acadêmico.  

Pesquisar não é copiar da Internet! Logo, perceber que copiar não é bom.
Passo 1.

Quem tem pressa, come cru! Logo, entender o que está sendo pedido.
Passo 2.

A organização é a alma do negócio! Logo, organizar o que está sendo procurado.
Passo 3.

Saber não ocupa lugar! Logo, pesquisar em mais de uma fonte.
Passo 4.

Nem tudo que reluz é ouro! Logo, localizar fontes confiáveis.
Passo 5.

Ao infinito e além! Logo, ir além do que já está pronto.
Passo 6.

Feito por mim! Logo, produzir dados próprios.
Passo 7.

Trabalho sem estrutura não para em pé! Logo, estruturar o trabalho.
Passo 8.

Quem cola, só enrola! Logo, ensinar a criar e a copiar.
Passo 9.

O que você aprendeu com isso? Logo, redigir a Conclusão.
Passo 10.

Sobre o ombro de gigantes! Logo, incluir as Referências.
Passo 11.

Mas, era feito com muito esmero... Logo, fazer Sumário e Capa.
Passo 12.

Desta forma, torna-se de fácil compreensão sobre o papel e importância da escola, estudar, saber ler e escrever, sobretudo sabendo interpretar o mundo. Afinal, tudo é uma questão de exercício. Uma, duas, três ... várias vezes, e você será capaz de desenvolver muitos textos e contextos. E o mais importante: Sob sua ótica, compreensão, ponto de vista. Tudo, pormenorizado, sintetizado, particularizado.

E, não esqueça da célebre frase de Jean Cocteau:
"Não sabendo que era impossível ele foi lá e fez".
Parafraseando o autor pela frase: O dificil sai agora. O impossível demora um pouco!

Mãos à obra...
ou melhor, a produção acadêmica.
E, boa sorte!