A História em video

Loading...

quarta-feira, 8 de março de 2017

Dia Internacional da Mulher


Mais do que romântica
Um encanto de ser
Linda em qualquer lugar e
Hora, mas também delicada
Em todos os momentos
Resiliente, sensível, nobre
Especial, graciosa, gentil
Só você, mulher, tem esse perfil.


  
                                                  Mulher, em ti a esperança,
                                                  Unica, plena, sagaz,
                                                  Liberdade, força, sabedoria,
                                                  Honradez, coragem, determinação,
                                                  Especial amor, aconchego, proteção,
                                                  Regendo sonhos, desejando tão somente ser Feliz!

Parabéns a você, 

Mulher criança, adolescente, adulta, filha, mãe, irmã, tia, namorada, esposa, cunhada, avó, neta, sogra, nora, trabalhadora, empreendedora, amiga, guerreira ... enfim, nas lutas e conquistas diária em prol de uma sociedade mais justa, igual e de paz.

A mulher, todo respeito, admiração e carinho não somente neste dia tão especial, mas em todos os demais da sua existência. Afinal, dia, mês e ano são poucos para enaltecer o seu valor. E bem disse o poeta em forma de canção/refrão:

"Mulher! Mulher!
Na escola
Em que você foi
Ensinada
Jamais tirei um 10
Sou forte
Mas não chego
Aos seus pés..."

(Refrão música Mulher/Sexo Frágil do compositor e cantor Erasmo Carlos)

Mulher, não importa sua origem, idade ou posição social. Nem todos os gestos, palavras, adjetivos, tampouco todas as flores do mundo seriam suficientes para homenageá-la!                                                                  
                                 

A esperança é um ato de resistência
Direitos das mulheres sob ameaça, diz ONU
Trung, Triêu e a fibra das mulheres
O amor feminino é um verdadeiro tesouro
Mulheres superpoderosas
Mulheres guerreira imbatíveis
Metade do exército viking era composto por mulheres, dizem historiadores
Conquistas históricas das mulheres no Brasil
Conquistas históricas das mulheres no Brasil e no Mundo
Relações de gênero no Brasil quinhentista
Como sobreviver a um infarto

terça-feira, 7 de março de 2017

Mulher!

   
Dizem que a mulher é o sexo frágil! Será? Se considerarmos sua fragilidade como sinônimo de sensibilidade, doação, vida, tem-se que a fragilidade denota a viabilização e oportunidade para a promoção do ser, qual seja, gerar, resguardar e trazer a luz do mundo o seu bem maior: A vida!
 
Na trajetória história da mulher, grande tem sido a sua evolução.  Se compará-la com a mulher da teoria criacionista aos dias atuais certamente do advento ocorrido com a supressão do sutiã, tem-se muito a discutir e, comemorar.
   
Diferentemente do seu oposto, a mulher ao longo da vida foi condicionada a brincar com bonecas até mesmo para aprender a lidar com os seus filhos n o futuro. E, culturalmente, a sociedade por muito tempo só vislumbrava o papel da mulher como "cuidadora do lar", logo, aquela que só administraria as divisões do lar.
   
Com o advento da Revolução Industrial, XVIII, as populações do campo migraram para as cidades ena busca por melhores condições de vida, não se poupou ou separou os indivíduos pelos gêneros ou especificidades. para o labor mulher foi aproveitada inclusive como mão de obra mais barata e divisão semelhante nas fábricas, sobretudo em condições insalubres e sem nenhuma preocupação em sua condição de ser frágil ou fragilizado.
 
Desta forma, comum a trajetória de exploração da mão de obra feminina, sem qualquer preocupação se apresentavam boas condições de trabalho e o comum era instalações pouco recomendáveis e mesmo insalubres ao desenvolvimento laboral. Provavelmente, a partir de então, se tenha conhecimento das primeiras associações de trabalhadoras, culminando nas primeiras manifestações a procura de melhores condições de trabalho e de salário.
   
Nesta expectativa, instituiu-se o dia 8 de março como o Dia Internacional da Mulher para se comemorar a trajetória de luta deste ser que ao longo do processo dialético tem demonstrado que sua fragilidade é tão somente em razão da compleição física e/ou força física. O que não a colocar em condição de inferioridade, mas de diferenciação em relação ao homem

Saber mais:

                                                                 Rachacuca da Mulher
                                                                   Música da semana
                     Não avance para o próximo "capítulo" de sua vida antes de terminar o anterior

quarta-feira, 1 de março de 2017

´Buraco tecnológico

A imagem pode conter: telefone
E assim, o Carnaval bombando. Foliões por todos os lados: ruas, avenidas, sambódromos lotados. O país em festa.

Enquanto isso ... 

O consumidor e seu celular.
- É, mais uma vez aquele Andróid (e) era atacado!
- Como assim?
- É, gente, até aquele que pensamos estar a cima de qualquer suspeita ...
- O celular, e seu proprietário!

E, prontamente, alguém pergunta: 

- E o antivírus?

Bem, ninguém está a salvo do conhecido - ou seria desconhecido? - mundo tecnológico, virtual, apesar de inúmeras cautelas. Sim, apesar de todos os conhecimentos, e cuidados, alguém ainda consegue lograr êxito sobre outrem, sobretudo em cima do denominado "leigo". O tal do "analfabeto tecnológico"

- O coitado estava no modo Wi-Fi, porém, pagou pelo "não" uso dos dados móveis daquela provedora (que alegou terminantemente o fornecimento e cobrou pelo serviço de banda larga não realizado). E, ao buscar esclarecimentos foi informado de que o seu modelo 4G teria consumido os megabites devido as atualizações dos aplicativos, e que a opção de "dados móveis" do aparelho o faz automaticamente mesmo estando "desligado". 

- Como assim? 

A certa altura daquela conversa, incompreensível até para os mais sapientes no assunto, o difícil era a decodificação entre seus interlocutores. Verdadeiro “samba do crioulo-doido”.

- Bem, o "leigo", apesar de não entender nada, achou a explicação meio simplista demais ... 

E a pergunta que não calou:

- Como resolver ou mediar o problema se de um lado tem-se o "leigo", a reguladora dos serviços (e demais órgãos mediatos) inerte, a tecnologia e o celular Andróid (e)? 

- Provavelmente, ao primeiro, apelar para o sobrenatural e esperar um milagre! 

- Mas e a operadora? 

- Bem, esta é uma daquelas em que o "Sistema" insiste em apadrinhar com remissões e/ou presentes de bilhões de reais pelas várias irregularidades cometidas em detrimento do povo, isso para não listar as inúmeras reclamações nos órgãos de defesa do consumidor. Já para o "leigo" restou lamentar e bloquear os dados móveis do seu 4G. Tudo Isso, sem a devolução dos seus reais, já embolsados.

Levando-se em conta os já debitados reais no saldo de créditos daquele "leigo", em menos de 24 horas, parece-nos pouco ou quase nada, contudo, se multiplicado pelo número de usuários espalhados pelo país, passíveis destas e/ou de outras falhas, o caso torna-se de relevância e reflexão por parte de todos.

Insta-se, portanto, não desprezar fatos, contextos e estratégias: da máquina à vapor, Revolução Industrial e a mais recente Era tecnológica continua-se a observar a dialética do Poder Capitalista e sua desenfreada expansão e falta de respeito. 

- Para alguns, uma simples história, fantasiosa ou das galáxias, para outros; o início de mais uma quarta-feira de "cinzas"!

🎉♭♬"Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí ..."♫♪♬♮     

by Lu Magalhães