A História em video

Loading...

quarta-feira, 1 de março de 2017

´Buraco tecnológico

A imagem pode conter: telefone
E assim, o Carnaval bombando. Foliões por todos os lados: ruas, avenidas, sambódromos lotados. O país em festa.

Enquanto isso ... 

O consumidor e seu celular.
- É, mais uma vez aquele Andróid (e) era atacado!
- Como assim?
- É, gente, até aquele que pensamos estar a cima de qualquer suspeita ...
- O celular, e seu proprietário!

E, prontamente, alguém pergunta: 

- E o antivírus?

Bem, ninguém está a salvo do conhecido - ou seria desconhecido? - mundo tecnológico, virtual, apesar de inúmeras cautelas. Sim, apesar de todos os conhecimentos, e cuidados, alguém ainda consegue lograr êxito sobre outrem, sobretudo em cima do denominado "leigo". O tal do "analfabeto tecnológico"

- O coitado estava no modo Wi-Fi, porém, pagou pelo "não" uso dos dados móveis daquela provedora (que alegou terminantemente o fornecimento e cobrou pelo serviço de banda larga não realizado). E, ao buscar esclarecimentos foi informado de que o seu modelo 4G teria consumido os megabites devido as atualizações dos aplicativos, e que a opção de "dados móveis" do aparelho o faz automaticamente mesmo estando "desligado". 

- Como assim? 

A certa altura daquela conversa, incompreensível até para os mais sapientes no assunto, o difícil era a decodificação entre seus interlocutores. Verdadeiro “samba do crioulo-doido”.

- Bem, o "leigo", apesar de não entender nada, achou a explicação meio simplista demais ... 

E a pergunta que não calou:

- Como resolver ou mediar o problema se de um lado tem-se o "leigo", a reguladora dos serviços (e demais órgãos mediatos) inerte, a tecnologia e o celular Andróid (e)? 

- Provavelmente, ao primeiro, apelar para o sobrenatural e esperar um milagre! 

- Mas e a operadora? 

- Bem, esta é uma daquelas em que o "Sistema" insiste em apadrinhar com remissões e/ou presentes de bilhões de reais pelas várias irregularidades cometidas em detrimento do povo, isso para não listar as inúmeras reclamações nos órgãos de defesa do consumidor. Já para o "leigo" restou lamentar e bloquear os dados móveis do seu 4G. Tudo Isso, sem a devolução dos seus reais, já embolsados.

Levando-se em conta os já debitados reais no saldo de créditos daquele "leigo", em menos de 24 horas, parece-nos pouco ou quase nada, contudo, se multiplicado pelo número de usuários espalhados pelo país, passíveis destas e/ou de outras falhas, o caso torna-se de relevância e reflexão por parte de todos.

Insta-se, portanto, não desprezar fatos, contextos e estratégias: da máquina à vapor, Revolução Industrial e a mais recente Era tecnológica continua-se a observar a dialética do Poder Capitalista e sua desenfreada expansão e falta de respeito. 

- Para alguns, uma simples história, fantasiosa ou das galáxias, para outros; o início de mais uma quarta-feira de "cinzas"!

🎉♭♬"Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí ..."♫♪♬♮     

by Lu Magalhães




Nenhum comentário:

Postar um comentário